Maurício Carvalho visita unidades de saúde e anuncia reforma de USF de Porto Velho

Maurício Carvalho visita unidades de saúde e anuncia reforma de USF de Porto Velho – Foto: Saul Ribeiro/SMC

O prefeito em exercício de Porto Velho, Maurício Carvalho, visitou na tarde de quinta-feira (3) as unidades de saúde Pedacinho de Chão e Maurício Bustani, com objetivo de acompanhar o atendimento ao público e também verificar a necessidade de melhorias nas instalações. Ele estava acompanhado da secretária municipal de saúde, Eliana Pasini e da gerente de imunização, Elizeth Gomes.

Na ocasião, Carvalho informou que a unidade do Pedacinho de Chão vai ser reformada e ampliada, visando proporcionar mais conforto aos servidores e quem necessita de atendimento. “Já temos o processo licitatório para a reforma. Estão faltando algumas licenças para que a Caixa Econômica libere os recursos, mas estamos trabalhando para que isso aconteça o quanto antes”, declarou.

Disse ainda que esse trabalho de reforma nas unidades de saúde faz parte de um projeto que já vem sendo aplicado há anos pelo prefeito Hildon Chaves, e que está contemplando postos de atendimento à população na capital e nos distritos.

Sobre a vacinação de rotina e contra a covid-19, Maurício Carvalho disse que é preciso reforçar a imunização nesse momento. “Precisamos que as pessoas levem seus filhos, levem seus netos para vacinar, porque as aulas já começaram e precisamos reforçar cada vez mais a vacinação das nossas crianças”, comentou.

Com relação ao Maurício Bustani, o prefeito em exercício constatou a necessidade de uma nova pintura, pequenos reparos e manutenções. No geral, elogiou o trabalho dos profissionais de saúde nas duas unidades. “Eles são uns heróis”, completou.

ATENDIMENTO

Eliana Pasini destacou que agora as consultas são agendadas para não gerar tumultos e aglomerações. Sobre a obra no posto de saúde do Pedacinho de Chão, acrescentou que a Prefeitura vai investir R$ 1,2 milhão na reforma e ampliação do prédio.

VACINAÇÃO PEDIÁTRICA

Elizeth Gomes também pede que as pessoas compareçam para se vacinar. Disse que há uma defasagem na vacinação de crianças de 5 a 12 anos, e na segunda e terceira doses para adultos. “Precisamos da adesão dos pais, que venham vacinar seus filhos, para que possamos retomar essas aulas com mais segurança e tranquilidade”, destacou.

De um total de 55 mil crianças a serem imunizadas em Porto Velho, menos de 20% compareceram para receberem a dose do imunizante. “Para nós é pouco e estamos bastante preocupadas com isso”, finalizou a gerente de imunização.

Por SMC