“Prêmio Esporte Rondônia” elegeu os melhores atletas do ano de 2020

Secom/Governo de Rondônia

O Governo de Rondônia, por meio da Superintendência Estadual da Juventude, Cultura, Esporte e Lazer (Sejucel) realizou na noite da última terça-feira (15) mais uma edição do Prêmio Esporte Rondônia, no Teatro Palácio das Artes, em Porto Velho.

O maior destaque da noite, que levou o troféu dourado, foi o atleta de Kung-Fu, Henrique Nunes Santana, de Ji Paraná. O atleta que treina há cinco anos, afirma ter em torno de 60 medalhas, participou de dois campeonatos brasileiros e do Mundial na China. ” É uma sensação incrível, após ter participado deste campeonato, que foi uma grande conquista que tive no brasileiro e no mundial da China, conquistando três ouros e uma prata e medalha de bronze na China, tive um grande destaque e merecia esse prêmio de melhor atleta do Estado de Rondônia”, disse o atleta.

O prêmio homenageou também os atletas que foram destaques no ano de 2019 e 2020 em todas as modalidades esportivas, além de técnicos, árbitros e equipes rondonienses. A novidade é que este ano a premiação se estendeu para a imprensa esportiva, e rodeio. Segundo o superintendente da Sejucel, Jobson Bandeira, as novas categorias chegam para somar no evento esportivo

“Nós verificamos que precisávamos premiar os jornalistas que trabalham na área de esporte com divulgações também do rodeio, que é considerado esporte por lei, e não eram premiados neste evento. A galera do chapéu agora está inclusa com a categoria melhor atleta do ano de rodeio”, ressalta o superintendente.

Essa edição teve um formato diferente, em decorrência da pandemia do novo coronavírus, respeitando as regras impostas pelo Governo do Estado como o distanciamento social e higienização com álcool em gel. “Sabemos que o vírus não vai acabar agora, então nessa readaptação estamos obedecendo todos os critérios e protocolos”, afirmou Jobson Bandeira.

Como forma de homenagem aos falecidos que contribuíram com o esporte rondoniense, o superintendente entregou uma placa à árbitra Márcia Bezerra Lopes Caetano, filha de Lourival Domingues Lopes (Becão) que morreu neste ano por complicações do novo coronavírus.

“Ele sempre contribuiu com o esporte rondoniense, meu pai foi árbitro, sempre apoiou os atletas e deixou um legado, legado aos filhos, professores, que vai ser levado por gerações. Agradeço por esse momento e tenho certeza que de onde ele está também agradece”, finalizou a homenageada.

A premiação foi transmitida ao vivo pelo canal digital da própria superintendência e contou com a torcida de amigos e familiares dos atletas, que vibraram virtualmente.

CONTEMPLADOS COM AS PREMIAÇÕES:

Medalha do Mérito Desportivo Dr. César Queiroz:
– José Joaci Bastos

Prêmio Professor Francisco Marto de Azevedo:
– Aloísio Medeiros Sobrinho

Atleta Indígena Destaque do Ano no Futebol Society:
– Kauã Pomakatig Surui

Prêmio Honoris Causa:
– José Alberto Rodrigues de Lima (Futsal);
– Inácio de Loiola dos Santos Aguiar (Basquetebol);
– Raimunda Silva Duarte Rodrigues (Handebol)

Campeão de Futebol Profissional Série A Masculino 2019:
– Vilhenense Esportivo Clube 2019

Campeão 2019 Feminino:
-Real Desportivo Ariquemes Futebol Clube 2019

Campeão de Futebol Profissional Série A Masculino 2020:
– Porto Velho Esporte Clube 2019

Campeão 2020 Feminino:
– Real Desportivo Ariquemes Futebol Clube 2020

Campeão Geral do JIR:
– Município de Cacoal

Atleta Destaque nos JUBS:
– Leila da Silva Weber – Faculdade Metropolitana (UNNESA)

Destaques Jogos Escolares da Juventude

– Orlando Francisco de Souza Neto – Ciclismo
– Lucas Emanuel Pontes – Judô
– Alinny Vitória Oliveira – Atletismo

Destaques Jogos Paralímpicos
– Danilo David Gerônimo Silva – Judô
– Wesley Picetti – Atletismo
– Sarah Kaiany Farias Santos – Natação

Prêmio Imprensa Esportiva

– Melhor Matéria de Televisão: Karina Quadros (Rede Amazônica)
– Melhor Matéria Escrita: Pedro Rodrigues de Souza (Revista Flair Play)
– Melhor Fotografia Esportiva: Tais Nauara de Oliveira (Rede Amazônica)

Melhor Árbitro do Ano
– Modalidade Individual – Rogerio Kester – Xadrez
– Modalidade Coletiva – Christian Silva dos Santos – Basquetebol

Melhor Técnico do Ano
– Modalidade Individual – Silvio Corsino – Paralímpico
– Modalidade Coletiva – Tiago Batisoco – Futebol

Melhores do Ano nas Modalidades
– Amanda de Oliveira Araes – Judô
– Andre Luiz Ramos Vieira – Peteca
– Anita Jolly – Ginástica
– Arielton Silva dos Santos – Futebol
– Azarias de Almeida – Handebol
– Brenda Gomes Prata – Taekwondo
– Bruna Francisca Figueiredo Fontinelli – Capoeira
– Chaise Olimpio Ivo Cavalcante Albuquerque – Jiu-Jitsu
– Everson de Moura Araújo – Xadrez
– Geovanny Luz Vasconcelus Campos – Tênis
– Henrique Nunes Santana – Kung-Fu
– Hiago Vinícius Maulaiz Barbosa – Karatê
– Jhoan Pierre Mchalski Bilio – Motociclismo
– José Alves Costa Junior – Tênis de Mesa
– Lucas Fernandes da Silva – Pentatlo Moderno
– Orlando Francisco de Souza Neto – Ciclismo
– Reginaldo Lourenço – Triatlo
– Rhuan Henrique Maia – Kart
– Thiago Gonçalves da Luz – Levantamento de Peso Básico
– Thiago Pereira – Luta Olímpica
– Vander Helton da Silva – Futebol 7
– Wellyton de Oliveira Batista – Atletismo
– Wesley da Silva Picetti – Paradesporto
– Wilson Vedana Junior – Basquetebol
– Zaqueu Godoy Belo – Rodeio

Prêmio Melhor Atleta do Ano
– Henrique Nunes Santana – Kung-Fu

Por Secom/Governo de Rondônia