Famílias do interior de Rondônia são beneficiadas com distribuição de máscaras faciais

Secom/Governo de Rondônia

O Governo do Estado de Rondônia, através da Entidade Autárquica de Assistência Técnica e Extensão Rural de Rondônia (Emater) mantém a distribuição de máscaras faciais reutilizáveis para famílias em situação de vulnerabilidade social da Região do Café, que abrange os municípios de Cacoal, Pimenta Bueno, Espigão D’Oeste, Primavera de Rondônia, Ministro Andreazza, São Felipe D’Oeste e Parecis.

A distribuição de máscaras faz parte do projeto Previna-se, uma ação do Governo do Estado, que tem também a parceria da Secretaria de Estado de Assistência Social (Seas), no enfrentamento à Covid-19. “Através da distribuição gratuita destas máscaras, o Governo de Rondônia incentiva e fortalece a proteção individual de rondonienses em vulnerabilidade. Cada cidadão tem o direito de receber quatro máscaras de proteção individual, que podem ser reutilizadas. No momento da entrega, são prestadas informações sobre a doença, bem como dicas para a correta lavagem das máscaras”, explicou o gerente regional da Emater, Samuel Guedes Borges.

Desde o início do projeto, outras ações estão sendo realizadas para a distribuição das máscaras, como: pit-stops, abordagens em feiras-livres, praças.

O acessório de proteção facial é destinado tanto para produtores rurais quanto para a população da área urbana e está disponível nos escritórios locais da Emater em Rondônia. Para a retirada é necessário a apresentação de documentos de identificação, como RG e CPF.

Na Região do Café, 14.972 máscaras já foram entregues à população até esta segunda-feira, dia 11 de janeiro.

De acordo com o secretário regional em Cacoal, José Moura, o Governo de Rondônia tem agido em diversas frentes no enfrentamento à Covid-19. “A prevenção continua sendo a principal aliada no combate à doença ocasionada pelo coronavírus. É preciso que a população colabore, use máscara, mantenha o distanciamento social e faça uso do álcool em gel. São detalhes que fazem toda a diferença nesta pandemia”, destacou Moura.

Por Secom/Governo de Rondônia