Juventude, Sampaio, Ceilândia e Tuna Luso avançam na Copa do Brasil

Porto Velho-RO x Juventude-RS – Foto: Fernando Alves/ECJuventude

Quatro jogos deram início a mais um dia de disputas da Copa Intelbras do Brasil 2022. Pela primeira fase da competição, Ceilândia, Tuna Luso, Juventude e Sampaio Corrêa venceram seus jogos e carimbaram a classificação. Confira os detalhes das primeiras partidas desta quarta-feira (2):

Porto Velho-RO 1 x 2 Juventude-RS

Os visitantes tomaram a iniciativa do jogo durante boa parte do primeiro tempo. E, já nos acréscimos, a insistência virou bola na rede em finalização de Isidro Pitta. No entanto, a comemoração não durou mais de dois minutos. Aos 48, Yan aproveitou cruzamento de Wembley para deixar tudo igual para o Porto Velho. No segundo tempo, o Juventude mais uma vez controlou as ações e teve chances de fazer o segundo, mas parou na grande atuação do goleiro Martins. No entanto, depois de tanto insistir, o Ju retomou a vantagem no placar com gol de pênalti de Ricardo Bueno.

Garantido na próxima fase, o Juventude agora aguarda o vencedor do duelo entre Real Noroeste-ES e Operário-PR.

Operário-MT 1 x 2 Sampaio Corrêa-MA

Buscando a classificação em casa, o Operário apareceu mais no ataque nos primeiros minutos de jogo e teve chances de marcar com Michel e Luan. Do outro lado, o Sampaio foi aos poucos equilibrando as ações e criou boas chances depois dos 30 minutos. Poveda errou o alvo, enquanto Soares, Pimentinha e Ferreira pararam no goleiro Igor Rayan. Depois do intervalo, a equipe maranhense manteve o ímpeto ofensivo. Mateusinho e Poveda desperdiçaram boas oportunidades. Até que, aos 18 minutos, Pimentinha cobrou escanteio, a bola desviou no meio do caminho e Nilson Júnior apareceu para completar para o fundo das redes. No embalo do primeiro, logo veio o segundo. Na marca dos 23, Eron aproveitou rebote do goleiro para ampliar a vantagem visitante. Precisando virar o jogo, o Operário foi para o tudo ou nada nos minutos finais. Felipe Valdivía passou perto. Aos 31, Luan ganhou pelo alto e diminuiu para o time da casa: 2 a 1. Na sequência, Blaise e Zé Vitor criaram mais duas chances para o Operário. Enquanto Ronan por pouco não marcou o terceiro do Sampaio Corrêa.

Sem mais alterações no marcador, o Tricolor maranhense carimbou a vaga para a segunda fase, onde vai enfrentar Portuguesa-RJ ou CRB-AL.

Ceilândia-DF 2 x 0 Londrina-PR

Mandante da partida, o Ceilândia foi para cima no início do primeiro tempo e não demorou muito para abrir a contagem no Abadião. Antes da rede balançar, Romarinho e Cabralzinho assustaram para o Gato Preto. Até que, aos 15 minutos, Cabralzinho apareceu de novo e acertou o ângulo da meta adversária para fazer 1 a 0. Nos minutos seguintes, a equipe do Distrito Federal manteve o controle do jogo e conseguiu descer para o vestiário com a vantagem parcial. Na etapa complementar, mais uma vez o Ceilândia começou pressionando no setor ofensivo. Gabriel Pedra e novamente Cabralzinho passaram perto, mas viram Matheus Nogueira evitar o segundo. Tentando a resposta, o Londrina assustou com Victor Daniel. Mas, aos 19, o Gato Preto voltou ao ataque com Gabriel Pedra e ampliou o marcador. Correndo atrás do prejuízo, o Tubarão tentou pressionar e chegou a levar perigo com João Paulo e Samuel Santos. Mas, foram os mandantes que ditaram o ritmo final do duelo e carimbaram a vaga rumo à segunda fase da competição.

Na próxima etapa da Copa Intelbras do Brasil, o Ceilândia terá pela frente o Avaí.

Tuna Luso-PA 1 x 0 Novorizontino-SP

A primeira chance da partida foi do time visitante, que, logo aos oito minutos, carimbou a trave em finalização de Chrigor. Do outro lado, a resposta da Tuna Luso foi rápida e certeira. Aos 12, Lucão aproveitou cobrança de escanteio para abrir o placar no Baenão: 1 a 0. Precisando do empate, o Tigre quase deixou tudo igual no final do primeiro tempo com Douglas Baggio. Depois das conversas nos vestiários, a etapa complementar teve uma boa oportunidade para cada equipe. Rômulo, aos 20, fez bela jogada individual para o Aurinegro e tocou para Marcinho arriscar o chute colocado. Pelo time da casa, Pulga foi quem levou perigo, na marca dos 31 minutos. Nos minutos finais, o Novorizontino passou a jogar com um a menos, após expulsão de Léo Baiano. Em vantagem em campo e no placar, a Tuna Luso conseguiu segurar o resultado e garantir a classificação.

Na segunda fase do torneio, a equipe paraense vai encarar o vencedor de São Raimundo-RR e Ceará, que se enfrentam ainda nesta quarta-feira.

Por CBF