Brasil vence a Argentina na estreia do Sul-Americano Feminino Sub-17

Brasil vence a Argentina na estreia do Sul-Americano Feminino Sub-17 – Foto: Staff Images/CBF

A Seleção Feminina Sub-17 protagonizou uma estreia de luxo no Sul-Americano da categoria. No Estádio Charrúa, em Montevidéu (URU), a Canarinho brilhou em campo e venceu a Argentina por 3 a 0, nesta quarta-feira (2), pela primeira rodada do Grupo B da competição.

O jogo

A Seleção Feminina tomou a iniciativa do jogo desde o início do primeiro tempo. Antes mesmo dos dez minutos de bola rolando, Aline e Jhonson mostraram muita habilidade em lances individuais e por pouco não abriram a contagem em Montevidéu. A dupla seguiu dando trabalho à zaga adversária e, aos 20, a camisa 9 achou ótimo passe para Aline, que finalizou com categoria para o fundo das redes: 1 a 0.

No embalo do primeiro, logo veio o segundo. Aos 27, foi a vez de Jhonson deixar o dela, a atacante saiu em velocidade, deixou a marcação para trás e bateu sem chances de defesa. Sem tirar o pé do acelerador, o Brasil quase anotou o terceiro com Dudinha. Do outro lado, a Argentina tentou uma pressão nos minutos finais, principalmente pelos pés de Nuñez, mas parou tanto na boa marcação brasileira quanto na goleira Elu.

Depois das conversas nos vestiários, o segundo tempo começou com a Canarinho mantendo o ritmo da etapa inicial. E não demorou muito para ampliar a vantagem. Na marca dos seis minutos, Aline saiu em velocidade pelo lado esquerdo, invadiu a área e bateu colocado: 3 a 0. Ainda no ataque, a Seleção voltou a assustar em chute de fora da área de Carol e novamente com Jhonson. Na sequência da partida, o Brasil manteve o controle das ações e não teve dificuldades para segurar o resultado até o apito final.

Brasil: Elu, Luana, Guta, Grazy, Kedima (Manuella); Berchon (Lara), Rebeca, Carol (Ana Julia); Dudinha, Aline e Jhonson (Rhaissa). Técnica: Simone Jatobá.

Modelo de disputa:

As dez seleções do Sul-Americano Sub-17 foram divididas em dois grupos de cinco participantes cada. Na primeira fase, as equipes medem forças contra os rivais de suas chaves. Ao final dos quatro jogos, as duas seleções melhores colocadas de cada grupo avançam para a Segunda Fase – quadrangular final – onde os quatro melhores times disputam apenas três vagas, que garantem o passaporte para a disputa do Mundial Feminino Sub-17. Ao final do quadrangular, a equipe que liderar em número de pontos será a grande campeã da competição.

Para anotar na agenda:

2ª Rodada
Brasil x Bolívia
Data: 4 de março
Local: Estádio Charrúa, Montevidéu (URU)
Horário: 18h30

3ª Rodada
Brasil x Paraguai
Data: 8 de março
Local: Estádio Charrúa, Montevidéu (URU)
Horário: 18h30

4ª Rodada
Brasil x Venezuela
Data: 10 de março
Local: Estádio Charrúa, Montevidéu (URU)
Horário: 18h30

Por CBF