Confrontos alvinegros definem últimos semifinalistas do Paulistão

Ivan Storti/Santos FC

Dos quatro grandes times de São Paulo, o Corinthians é o único que não terminou a primeira fase do Campeonato Paulista na liderança de sua chave – a equipe ficou na segunda posição, com 17 pontos. Por isso, o técnico alvinegro Tiago Nunes considera o Red Bull Bragantino o favorito no confronto de hoje (30) à noite, pela quartas de final do Estadual. O Braga liderou o grupo D, somando 23 pontos. A partida será às 19h (horário de Brasília) no estádio do Morumbi, na capital. A cidade de Bragança Paulista (SP) está impossibilitada de sediar confrontos de futebol, conforme estabelecido pelo plano de retomada das atividades econômicas no estado, em meio à pandemia do novo coronavírus (covid-19).

“A gente sabe que em nenhum momento [o Corinthians] foi colocado como uma equipe postulante ao título. Ainda mais depois das primeiras rodadas, em que oscilamos muito em alguns jogos e, mesmo tendo jogado bem em muitos jogos, não conseguimos a vitória. Entramos [nas quartas] como uma das equipes que classificou por último. O favoritismo é do nosso próximo adversário e somos franco-atiradores para que temos pela frente”, declarou o treinador, após a vitória por 2 a 0 sobre o Oeste, no domingo (26).

Para a partida desta quinta-feira (30), Tiago terá como novidade a reestreia de Jô. O atacante, que estava no Nagoya Grampus, do Japão, dará início à terceira passagem pelo clube que o revelou. Já pelos lados do Bragantino, um dos destaques também é um jogador ligado ao Corinthians: o volante Matheus Jesus pertence ao time da capital e está emprestado ao de Bragança Paulista, que investiu mais de R$ 80 milhões em reforços no ano, que marca a volta da equipe à Série A do Campeonato Brasileiro após 23 anos. Além dele, que retorna aos titulares depois de cumprir suspensão no último domingo (26), contra o Botafogo de Ribeirão Preto, também o goleiro Júlio César e o atacante Claudinho já defenderam o Timão.

“O professor Felipe [Conceição, o técnico] está trabalhando, olhando os pontos fortes e fracos do Corinthians, para que a gente possa explorá-los. Acho que favorito não tem. Será um grande jogo, de duas grandes equipes. Independente da tabela, sabemos da força deles, mas, faremos nosso jogo e vamos em busca da vitória”, disse Matheus Jesus, às redes sociais do Alvinegro de Bragança Paulista. Devido à parceria com a marca de energéticos Red Bull, o clube ganhou também a cor vermelha.

No outro duelo desta noite, o Santos recebe a Ponte Preta na Vila Belmiro, às 21h30. É a quarta vez na década que as equipes se enfrentam pelo mata-mata do Paulistão. Na última vez, em 2017, a Macaca levou a melhor. A vantagem, porém, é dos santistas, que se classificaram nos embates de 2011 e 2014.

Apesar de o Peixe ter encerrado o grupo A na liderança, com 16 pontos, o melhor momento é da Alvinegra de Campinas, que venceu os dois jogos após o reinício do Estadual, saindo da lanterna geral do campeonato para se classificar em segundo lugar na chave, com 13 pontos. “[A Ponte] É uma equipe que vem em uma crescente e acredito que estejam confiantes. Talvez, seja o melhor momento deles. Acredito que se a gente fizer o nosso bem feito, pode sair com a classificação”, analisou o zagueiro Lucas Veríssimo, ao canal Santos TV, no Youtube.

No Santos, o meia Carlos Sánchez volta à equipe após cumprir suspensão na derrota para o Novorizontino, enquanto Kaio Jorge fica com a vaga de Fernando Uribe no ataque – o colombiano foi expulso no último domingo. Já na Ponte, a novidade também está no ataque, com o retorno de Roger. O atacante perdeu as duas últimas partidas devido à expulsão no clássico com o Guarani, último duelo antes da paralisação do campeonato. Será o jogo de número 200 dele pela Macaca.

Os confrontos serão decididos em jogo único. Em caso de empate no tempo normal, a definição do vencedor será na disputa de pênaltis. Os classificados  voltam a campo no domingo (2), pelas semifinais. A equipe de melhor campanha encara a de pior, às 16h. Já às 19h, vão à campo os clubes com segundo e terceiro melhores desempenhos. A pontuação alcançada no mata-mata se soma à obtida na primeira fase. Palmeiras (25 pontos) e Mirassol (20) se classificaram na noite de ontem (29).

Por Lincoln Chaves – da TV Brasil e Rádio Nacional