Série B: Cruzeiro e Operário-PR empatam, assim como CRB-AL e Vasco

Bruno Haddad/Cruzeiro

Dois jogos movimentaram a abertura da 24ª rodada da Série B do Brasileiro. Em Sete Lagoas (MG), na Arena do Jacaré, Cruzeiro e Operário-PR empataram por 1 a 1, gol de Claudinho, para os mineiros, e Paulo Sérgio para o Fantasma. Já no Rei Pelé, em Maceió (AL), CRB-AL e Vasco ficaram em igualdade pelo mesmo placar. Cano marcou para o time carioca, enquanto Renan Bressan deixou tudo igual. Os dois jogos aconteceram nesta quinta-feira (16).

Os jogos

Cruzeiro 1 x 1 Operário-PR

Cruzeiro e Operário-PR empataram no duelo realizado na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG). O primeiro tempo do confronto foi equilibrado. Ambos os times criaram chances e dividiram a posse de bola durante os 45 minutos iniciais. A Raposa foi quem inaugurou o marcador: aos 16 minutos, Claudinho roubou a bola de Fabiano e tocou por cobertura na saída de Simão. Porém, o Fantasma buscou o empate aos 37, em cobrança de pênalti de Paulo Sérgio. Com isso, o duelo foi em igualdade para o intervalo.

Na etapa final, o Cruzeiro dominou a partida, com mais posse de bola e com muitas finalizações. A equipe da casa pressionou o Fantasma, mas parava no goleiro Simão. Porém, depois de muita pressão, a Raposa foi às redes: Giovanni serviu Marcelo Moreno na entrada da área, que chutou no cantinho, fazendo o segundo gol em Sete Lagoas. Mas após revisão no VAR o gol foi anulado e a partida terminou empatada.

Na classificação, o Cruzeiro agora está na 12ª colocação, com 30 pontos. Já o Fantasma está em nono, com 34 pontos somados.

CRB-AL 1 x 1 Vasco

No Rei Pelé, em Maceió (AL), CRB e Vasco ficaram no empate. Na primeira etapa, o Cruzmaltino dominou as ações ofensivas do duelo. Logo aos nove, Nenê levou perigo em uma cobrança de falta. O CRB chegou a marcar com Diego Torres aos 17, mas após intervenção do VAR, o gol foi anulado por impedimento. Após isso, o que se viu foi um Vasco mais presente no ataque. Até que aos 48 minutos, Ricardo Graça desviou a cobrança de escanteio e Cano, de letra, empurrou para as redes. O Cruzmaltino terminou o primeiro tempo com 12 finalizações contra uma do Galo.

No segundo tempo, o ritmo diminuiu um pouco. Atrás no marcador, o CRB buscou ser mais ofensivo. Criou duas grandes chances: aos seis, Ewerton Páscoa cabeceou e obrigou Vanderlei a fazer uma bela defesa. Já aos 26, Guilherme Romão levantou na área, a bola desviou em Ricardo e quase entrou. O Vasco teve a grande oportunidade de definir o marcador aos 35 minutos, em finalização de Gabriel Pec, cara a cara com Diogo Silva, mas o arqueiro fez a defesa.

Porém, aos 46 minutos, em recuperação de bola no ataque, Guilherme Romão girou na área e a sobra ficou com Renan Bressan, que bateu colocado e deixou tudo igual, dando números finais ao jogo.

Com o resultado, o CRB permanece na quarta colocação, com 41 pontos. Já o Cruzmaltino está em décimo, com 33 pontos.

Por CBF