Cremero descobre falsa médica dando plantão em Hospital de Campanha de Porto Velho

Divulgação/Cremero

Uma falsa médica foi presa no último sábado (17), após uma fiscalização do Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia, no Hospital de Campanha da Zona Leste (Cero), em Porto Velho. A mulher trabalhava na ala de unidade semi-intensiva, desde o final de abril até o dia 17 deste mês, quando foi denunciada à polícia.

A partir de investigações, o Cremero descobriu que todos os documentos apresentados por ela para contratação junto à Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) são falsos, incluindo o registro profissional, que era da Bahia.

Durante coletiva na segunda-feira (19), o presidente do Cremero, Dr. Robinson Machado, e o diretor do Departamento de Fiscalização, Dr. Lucas Levi, falaram sobre o assunto.

Dr. Robinson ressalta a importância da investigação por parte do Conselho para coibir situações como essas. “Até quando ela continuaria atuando se nós não tivéssemos feito essa fiscalização?”.

Após prestar depoimento na delegacia, a mulher foi liberada e vai responder em liberdade pelos crimes cometidos em Rondônia.

A justiça determinou seu afastamento do cargo público, sendo proibida de atuar em qualquer unidade de saúde pública ou privada. Ela está, inclusive, proibida de se ausentar de Porto Velho sem autorização judicial e responderá pelos crimes de estelionato, exercício ilegal da medicina e uso de documento falso.

O inquérito foi encaminhado ao Ministério Público de Rondônia (MP-RO) que vai analisar a denúncia.

APOIO DA SOCIEDADE

O presidente do Cremero, Dr. Robinson Machado, aproveita para, mais uma vez, chamar a atenção da população quanto às consequências danosas que atos praticados por não-médicos podem causar.

“A participação da sociedade é fundamental nessa luta. O Cremero está atento aos casos de exercício ilegal da Medicina. Contamos com a cooperação das pessoas para coibir esse tipo de prática”, afirma.

Como forma de coibir esse tipo de prática, o Conselho disponibiliza em seu portal uma ferramenta gratuita de consulta de médicos.

Por Leivinha Oliveira/Assessoria Cremero