Vacinação contra a Covid-19 é de responsabilidade dos municípios, esclarece Agevisa

Secom/Governo de Rondônia

O início da vacinação contra o novo coronavírus de grupos prioritários em Rondônia traz alívio, de certa forma aos servidores que atuam na linha de frente no combate à Covid-19, mas tem gerado questionamentos a este mesmo grupo profissional: como são elencadas as prioridades para a vacinação da categoria, tendo como base a quantidade de doses enviadas para Rondônia até o momento.

A aplicação das vacinas é de responsabilidade das Secretarias Municipais de Saúde, é o que esclarece o Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Vigilância em Saúde (Agevisa). Ana Flora Gerhardt, diretora-geral da Agevisa explica que a Agência, como parte integrante do Programa Nacional de imunização (PNI), recepcionou as vacinas destinadas ao Estado de Rondônia e destinou todo o estoque (primeira e segunda doses) para a gestão e coordenação dos Municípios a fim de executar o cronograma de imunização dentro de cada abrangência.

“Fizemos o repasse das vacinas, agora as ações de priorização, agendamentos e aplicação das doses ocorrem exclusivamente sob coordenação das Secretarias Municipais de Saúde”, enfatiza a diretora.

Segundo a diretora, os municípios do Estado de Rondônia já iniciaram a aplicação da primeira dose, e tem demonstrado esforço no sentido de gerir a parcela de insumos disponibilizados nesta primeira etapa da vacinação. “É de conhecimento de todos que as doses disponibilizadas ainda são insuficientes para a execução da primeira fase prevista no PNI, mas temos convicção que o Ministério da Saúde tem envidado todos os esforços necessários para atender ao Plano de Imunização em curso”, destaca Ana Flora.

A orientação da Agevisa é que os trabalhadores da Saúde ainda não contemplados na primeira etapa devem buscar informações junto à Rede Municipal de sua lotação, para consultar a data prevista para a imunização de sua Unidade.

Por Secom/Governo de Rondônia