Dia do portuário, uma história de dedicação e resultados em Rondônia

Por Secom/Governo de Rondônia

A abertura dos portos brasileiros para o comércio exterior aconteceu há cerca de 200 anos, mais precisamente no dia 28 de janeiro de 1808. Nesta data, é comemorado o Dia do Portuário em celebração à assinatura da Carta Régia por Dom João VI, logo após a chegada da corte portuguesa ao país. Em Rondônia, o Governo do Estado remete a data ao exponencial crescimento do setor por meio da Sociedade de Portos e Hidrovias do Estado de Rondônia (SOPH).

Segundo o Ministério da Infraestrutura, o setor portuário é uma das áreas mais rentáveis e pouco disputadas no mercado de trabalho brasileiro, visto à alta demanda por profissionais qualificados na área naval. Entre as atividades do setor, estão: serviços administrativos, gestão de operações portuárias, logística portuária, especialistas em projetos de implantação de terminais portuários marítimos e fluviais, especialistas em projetos e execução de obras de engenharia portuária (dragagem, derrocamento, cais, berços).

Para o diretor-presidente da SOPH, Fernando Cesar Ramos Parente, a data serve para refletir sobre o crescimento do setor. “A evolução contínua e sustentável da área portuária promove o desenvolvimento do país, permitindo a realização de investimentos na modernização e infraestrutura dos terminais fluviais e marítimos do país. Este avanço positivo deve-se também em função de todos os servidores que atuam diretamente nas atividades e desempenham arduamente o ofício”, comemora Fernando.

Em alusão à data, não haverá expediente nesta sexta-feira (29) na sede administrativa do Porto de Porto Velho.

Por Secom/Governo de Rondônia