Tag: liderança

Atlético-PR x Corinthians: Timão defende liderança e vantagem contra o Atlético em Curitiba

Líder da série A do campeonato brasileiro com 62 pontos, seis a mais do que o vice-líder Santos, o Corinthians volta a defender sua posição nesta quarta-feira (8), na Arena da Baixada, em Curitiba, contra o Atlético Paranaense, 11º colocado com 42 pontos, torcendo para que o Santos, Palmeiras e Grêmio, os mais próximos concorrentes, percam pontos nos jogos desta noite, o que facilitará e poderá até abreviar a conquista do título pelos corintianos.

O vice-líder Santos (56 pontos) recebe o Vasco (8º colocado/45 pontos), na Vila Belmiro; o Grêmio (3º/54 pontos) joga em Campinas com a Ponte Preta (18º/35) e o Palmeiras (4º/54) enfrenta o Vitória (17º/35), em Salvador. Na rodada passada, o Corinthians derrotou o Palmeiras por 3×2 e voltou a abrir seis pontos sobre o segundo colocado, agora o Santos, na posição antes ocupada pelos palmeirenses, que caíram para o quarto lugar.

Jogos da 33ª rodada

Nesta quarta-feira: Ponte Preta x Grêmio (19h30); Avaí x Bahia (19h30); Atlético PR x Corinthians (21h); Sport x Botafogo (21h); Santos x Vasco (21h45); Vitória x Palmeiras (21h45) Flamengo x Cruzeiro (21h45); quinta-feira (9): São Paulo x Chapecoense (20h00); Atlético MG x Atlético GO; Fluminense x Coritiba.

Classificação

1º, Corinthians (62); 2º, Santos (56); 3º, Grêmio (54); 4º, Palmeiras (54); 5º, Cruzeiro (51); 6º, Botafogo (48); 7º, Flamengo (47); 8º, Vasco (45); 9º, São Paulo (43); 10º, Bahia (42); 11º, Atlético PR (42); 12º, Atlético MG (42); 13º, Fluminense (42); 14º, Chapecoense (40); 15º, Coritiba (38); 16º, Sport (36); 17º, Vitória (35); 18º, Ponte Preta (35); 19º, Avaí (35); 20º, Atlético GO (27).

Pela 34ª rodada da série B, nessa terça-feira (7), o América MG venceu o ABC, em Belo Horizonte, por 2×0, e se igualou ao Internacional com 63 pontos, mas o time gaúcho, com uma vitória a mais (18 x 17), permanece na liderança. Na segunda-feira (6), o Internacional empatou por 2×2 com o Luverdense, em Lucas do Rio verde (MT). Restam agora quatro rodadas para o fim do campeonato, com 12 pontos para disputar.

Edição: Graça Adjuto
Fonte: Jorge Wamburg – Repórter da Rádio Nacional – Fonte: Agenciabrasil.ebc.com.br

Política – Júlio Delgado assume liderança do PSB na Câmara

O deputado Júlio Delgado (MG) assumiu nesta quarta-feira (18) a liderança do PSB na Câmara. A mudança da liderança no PSB ocorre no dia em que está prevista a votação da segunda denúncia contra o presidente Michel Temer na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJ) da Casa. Ele substitui a deputada Tereza Cristina (MT), que vinha encaminhando votos de forma contrária a decisões da direção nacional do partido.

A destituição de Tereza Cristina foi recomendada pelo diretório nacional do PSB, que se reuniu na última segunda-feira (16) para deliberar sobre a possível expulsão de quatro deputados federais da sigla que tem votado a favor do governo, mesmo o partido tendo saído oficialmente da base governista. A expulsão foi impedida por uma liminar da Justiça, e a direção da legenda decidiu adotar outra estratégia para mudar a liderança da bancada na Câmara.

Nos últimos meses, o PSB vem enfrentando uma divisão ideológica entre seus parlamentares. O racha ficou mais evidente na votação da primeira denúncia contra o presidente Michel Temer, quando dois deputados do partido votaram a favor de Temer na CCJ e no plenário.

“Nós vinhamos há muito tempo passando esse constrangimento de a grande maioria no plenário ser destoante da indicação da liderança. E agora vamos tentar encontrar uma uniformidade. O PSB se reencontra com sua trajetória, se reencontra com sua coerência e acima de tudo com o desejo e decisões da instância maior que é o diretório nacional”, disse Delgado.

O novo líder do PSB disse que os deputados Fábio Garcia (MT) e Danilo Forte (CE) serão retirados das vagas do partido da CCJ. No lugar deles, Delgado nomeará os deputados Danilo Cabral (PE) e Hugo Leal (RJ) como membros titulares da comissão. Sobrarão duas vagas de suplentes, que serão ocupadas outros deputados do PSB com votos declarados pela autorização da segunda denúncia contra Temer.

A bancada do PSB tem 37 deputados e, para destituir Tereza Cristina da liderança, era necessário o apoio de pelo menos 19 parlamentares. Delgado conseguiu reunir as assinaturas para registrar a solicitação de mudança na Secretaria da Mesa da Câmara de ontem para hoje.

A manobra ocorreu antes que o deputado Raul Jungmann reassumisse o mandato, depois de ter sido exonerado da função de ministro da Defesa para reforçar a base de apoio ao governo na Câmara. O ministro Fernando Coelho Filho, de Minas e Energia, também foi exonerado para recompor a base de apoio na Câmara. Ambos são de Pernambuco e poderiam substituir os votos do partido contrários a Temer na CCJ.

Edição: Nádia Franco
Débora Brito – Repórter da Agência Brasil – Fonte: Agenciabrasil.ebc.com.br