Prefeitura abre novo polo de atendimento social

A prefeitura de Porto Velho inaugurou na manhã desta quinta-feira (15), no bairro Olaria, o novo polo de atendimento social do município, destinado, dentre outros, a pessoas socialmente vulneráveis, de acordo com classificação do Suas (Sistema Único de Assistência Social) como programa Bolsa Família. O ato contou com a participação do prefeito dr Hildon Chaves e do secretário Claudi Rocha Leão (Ação Social e da Família).

As novas instalações, no prédio de número 1224 da rua Quintino Bocaiuva, entre Tenreiro Aranha e Marechal Deodoro, são bem mais amplas que as anteriores, que funcionavam à rua Paulo Leal subesquina com a Marechal Deodoro.

Pelo polo, que em fevereiro atendeu a 36 mil famílias, devem passar 1.358 pessoas para cadastro ou recadastramento residentes ao longo da BR-364 e distritos; 23.798 beneficiários do Bolsa Família; 4.272 de programas sociais de habitação; 2.880 para aquisição de carteira de idoso, gerando em torno de 69.440 registros, incluindo auxílio-funeral, aluguel social.

Para dr Hildon, agora os serviços de inclusão social se realizarão em ambiente “muito maior e humanizado, climatizado, com respeito ao cidadão”. O prefeito explicou que, “antes, as instalações eram a metade das atuais e pelas quais pagávamos 16 mil reais de aluguel. Hoje, pagamos 12 mil reais mas com mais comodidade e dignidade aos cidadãos, dentro da política de redução de gastos públicos”.

Claudi Rocha disse que “as instalações respondem à política de humanização dos espaços de atendimento aos contribuintes estabelecida pelo prefeito dr Hildon, no caminho para uma cidade melhor”. “Além disso”, há a redução de despesas: viemos para um imóvel que já dispunha de infraestrutura, inclusive de climatização, eliminando despesas extras”.

GESTÃO

Dr Hildon fez um breve balanço da gestão que completou um ano em janeiro. Falou que recebeu um município “com 30 a 40 anos de abandono e descaso com a cidade”. Lembrou que trabalha para eliminar entraves, vícios e ineficiência; aumentar a produtividade com redução de gastos públicos.

O prefeito falou ainda de asfaltamento nos bairros Conceição e Flamboyant, nas zonas Leste e Sul e da parceria com o 5º BEC para fazer mais 30 km de asfaltamento nos bairros São Francisco e Mariana. “Em agosto, licitaremos mais 50 quilômetros de asfalto”, além de 50 a 60 km para os bairros Lagoa e Igarapé.

Afastando a possibilidade de ser candidato a algum cargo nas próximas eleições, dr Hildon disse que, apesar das críticas e dos ataques típicos em tempos eleitorais, “trabalhamos para acabar com obras inacabadas. Meus planos são trabalhar quatro anos, gerindo os recursos públicos com responsabilidade”.

Fonte: Comdecom

Comentar

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

*